segunda-feira, 19 de maio de 2014

Navegar

Navegar

Queria navegar em navios verdes,
Por águas azuis. 
Fundas, claras!
Quero navegar.
Pelos sonhos, por todos os sonhos,
Da minha lembrança.
No meu esquecimento,
Rodam em minha cabeça
Imagens feitas memórias.
E recordá-las!
E tê-las em mim!
E ter a força de uma mó.
Um moinho,
Onde tudo se transforma
Onde tudo se esmaga,
Para de novo renascer!
Quero navegar em navios Verdes.
E no meu esquecimento,
Esconder um toque
Um beijo, um olhar!

Jorge Xavier

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Por do Sol

Por do Sol no fantástico Planalto Mirandês, mais propriamente em SENDIM







Os coelhos

video
Filme realizado na terra dos "escadouços" em Sendim. Ali, junto ao tanque da água, no meio de uma leira de batatas e quando se estavam a arrancar, deu-se conta que numa toca, estavam estes pequenos coelhos. Foram deixados em liberdade!

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Navego num barco azul

Navego

Navego num barco azul
Por cima de montanhas azuis
Por dentro dos sonhos,
De todos os sonhos
Que guardo na minha cabeça!
Desde a infância,
Numa aldeia completa,
Onde Raros seres
Viviam para lá das suas próprias vidas,
Sonhavam com o regresso do amor.
Longe,
Seus filhos, pensavam em suas casas
Sonhavam por dentro dos sonhos de seus pais.
Uma aldeia, onde lareiras acesas
Mantinham as almas quentes,
Ansiavam o dia de regresso,
Onde o amor abraça o próprio amor!
Por cima da lareira,
Coisas inertes, maduras,
Alimentavam os corpos!
Na mesa, ao canto,
Uma carta.
Os pais sonhavam o amor.
Os filhos sonham por dentro do amor
Os sonhos de seus pais.


JoXavi



domingo, 14 de julho de 2013

Sendim - Azulejos

A Estação da CP em Sendim, é um património desta vila. A estação encerrada em 1988 possui um conjunto de azulejos, riquíssimos e exemplo da decoração de muitas estações da CP.

Eis algumas imagens do conjunto de azulejos da estação.