domingo, 25 de novembro de 2012

Medronho; Marmelo.



Saudades de ti



No teu corpo
Quero
Sentir
O cheiro
A rosa.

No teu corpo
Quero
Sentir
O calor leve
Da primavera

No nosso quarto,
Passará por mim
A brisa suave
Do mar
E…
Meu corpo
Será
Inundado de sal.

JoXavi

Poemas soltos




Se fosses ave, eras um cisne.
Se fosses  pedra, eras uma safira.
Se fosses águas, eras o rio que corre na minha aldeia.
Se fosses Planta, eras uma flor selvagem.
Se fosses árvore, eras um freixo de sombra fresca.
És uma árvore à beira-rio,
Onde cisnes se banham em águas limpas
E nas margens, onde pastam rebanhos,
Crescem flores selvagens,
E safiras, brilham á luz do sol.
Jorge Xavier