sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Por do Sol

Por do Sol no fantástico Planalto Mirandês, mais propriamente em SENDIM







Os coelhos

video
Filme realizado na terra dos "escadouços" em Sendim. Ali, junto ao tanque da água, no meio de uma leira de batatas e quando se estavam a arrancar, deu-se conta que numa toca, estavam estes pequenos coelhos. Foram deixados em liberdade!

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Navego num barco azul

Navego

Navego num barco azul
Por cima de montanhas azuis
Por dentro dos sonhos,
De todos os sonhos
Que guardo na minha cabeça!
Desde a infância,
Numa aldeia completa,
Onde Raros seres
Viviam para lá das suas próprias vidas,
Sonhavam com o regresso do amor.
Longe,
Seus filhos, pensavam em suas casas
Sonhavam por dentro dos sonhos de seus pais.
Uma aldeia, onde lareiras acesas
Mantinham as almas quentes,
Ansiavam o dia de regresso,
Onde o amor abraça o próprio amor!
Por cima da lareira,
Coisas inertes, maduras,
Alimentavam os corpos!
Na mesa, ao canto,
Uma carta.
Os pais sonhavam o amor.
Os filhos sonham por dentro do amor
Os sonhos de seus pais.


JoXavi



domingo, 14 de julho de 2013

Sendim - Azulejos

A Estação da CP em Sendim, é um património desta vila. A estação encerrada em 1988 possui um conjunto de azulejos, riquíssimos e exemplo da decoração de muitas estações da CP.

Eis algumas imagens do conjunto de azulejos da estação.




domingo, 2 de junho de 2013

A Rola



A Rola
 
Deixa voar a rola
Por arribas matizadas
Zimbros olham o Douro
Altas fragas encantadas

Deixa voar a rola
Bem cedo de madrugada
Voa por cima das fragas
Bate as asas apressada.

Deixa voar a rola
Nas tardes quentes de estio
Fica quieta em fresca sombra
Canta a rola ao desafio.

Deixa voar a rola
De ribeira a ribeiro
Cantos que a todos encanta
Canta a rola o dia inteiro.

JoXavi.



















Até ao farol






Até ao farol
 
-Sopram ventos do norte…
Já ao farol não vou!

-Segura minha mão
Caminhamos lado a lado
O mau tempo já passou.

-O vento aqui é forte…
Já ao farol não vou!

-Os ventos que sosseguem
Nesta tarde soalheira
O mau tempo já passou.

-Até ao fim, serei forte…
Já ao farol eu vou!

-Tua mão na minha mão
Até ao fim do caminho
Que o mau tempo já passou.

JoXavi