domingo, 11 de setembro de 2011

PARA LÁ DE MIM.


Para lá de mim!                                   

Quando o olhar se escoa,
Para lá da minha alma,
Chamam meus olhos os teus,
Para que eles sejam meus,
Ao fim de uma tarde calma.

Pelo mar de um olhar,
No espelho de uma fonte,
Leva-os uma canoa,
Como uma gaivota que voa,
Para lá do horizonte.

JoXavi

1 comentário: