sexta-feira, 16 de março de 2012

Sendim - EN221 / IC5

Em 1889, foi estabelecido o plano da rede viária portuguesa, que incluía então as Estradas Reais (de âmbito nacional), as Estradas Distritais (de âmbito regional) e as Estradas Municipais (de âmbito local). Em 1910 a denominação Estrada Nacional começou a ser utilizada após a implantação da República, como substituição da antiga designação de Estrada Real.
Com a criação da Junta Autónoma de Estradas em 1927 foi proposta uma divisão das Estradas Nacionais em duas classes. Aquela proposta foi implementada no plano estabelecido em 1933. Por este plano passaram a existir Estradas Nacionais de 1ª e de 2ª classe. As estradas de 1ª classe, constituiriam a malha principal da rede, ligando Lisboa, as capitais de Distrito entre si e outros locais de importância nacional. As estradas de 2ª classe (correspondendo, grosso modo às Estradas Distritais do plano de 1889) ligariam, essencialmente as capitais de Distrito às suas sedes de Concelho e a outros locais de importância distrital. Além disso continuaram a existir as Estradas Municipais (ligando as sedes às outras povoações dos Concelhos) e os Caminhos Vicinais (correspondendo aos anteriores Caminhos Públicos).
- A EN221 é uma Estrada Nacional que liga Miranda do Douro à cidade da Guarda.
- A E.N.221 teve início da intervenção em 1955, sofrendo ao longo dos anos, algumas alterações.
- Beneficiação entre Picote/Mogadouro -1993-1995
- Beneficiação entre Miranda/Picote - 1998-1999

O Plano Rodoviário Nacional de 1985, veio reformular quase completamente o sistema de estradas. A Rede Rodoviária passaria a ter duas componentes: a Rede Fundamental, constituída por Itinerários Principais (IP) e a Rede Complementar, constituída por Itinerários Complementares (IC) e outras estradas. Este plano não se referia especificamente às Estradas Nacionais, entendendo-se que estas seriam as “outras estradas”. Na sequência da implementação deste plano as antigas Estradas Nacionais que não foram transformadas em IP ou IC, ou que não foram transferidas para as redes municipais, mantiveram na prática a mesma designação e numeração
O IC5, é agora a principal via, que nos leva até terras de Miranda do Douro

Sem comentários:

Enviar um comentário