sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Grito

II
Quero gritar á noite,
Para que ninguém me oiça.
Encontrar aquelas pedras,
Que feriram sem ser razão!
Tantas palavras, quimeras,
Soltos gritos, foram pedras,
Que matam teu coração.

Quero gritar á noite
Para que ninguém me oiça,
Encontrar em minha alma.
A paz de uma emoção .
Sem ser pedras mas sim, calma,
Pegar em teu coração,
As pedras atiradas
Esmaga-las na minha mão.
JoXavi

Sem comentários:

Enviar um comentário